(81) 3033.6969

Tampa Entretenimento

Rua Antenor Navarro, 81 - Sala 01 - Graças

Maratona sem sustos: os exames e as dicas para quem vai encarar os 42km

Para completar bem a maratona de São Paulo, cardiologista passa as orientações do ponto de vista clínico e destaca a importância da preparação. Isso serve também para você que vai correr os 42 km da Maratona Internacional Maurício de Nassau.

Estamos à beira de uma das corridas mais esperadas do calendário brasileiro, a Maratona de São Paulo, que será realizada no dia 24 de abril. E como clínico do esporte e cardiologista, vou dar meu recado aos participantes. Evidente que imagino que todos farão ou já fizeram a avaliação médica pré-participação especializada, que segue as regras estabelecidas pela diretriz brasileira em cardiologia do esporte e do exercício da Sociedade Brasileira de Cardiologia e da Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte.
Maratona de São Paulo tem inscrições para provas em diferentes distâncias
Então, veja abaixo os exames recomendados, atualizados e validados no Brasil e as dicas para os nossos atletas completarem a prova. Vale lembrar que nos últimos anos, os acontecimentos graves e fatais ocorreram apenas com quem não havia se preparado convenientemente ou desprezou as próprias doenças.

Confira as orientações:
- Consulte um clínico, com foco nos eventuais riscos da atividade física.

- Faça um eletrocardiograma em repouso.

- Faça alguns exames de laboratório para diagnóstico de diabete, hipertensão arterial, doença pulmonar obstrutiva crônica e cardiopatias.

- Esportistas com alguma doença, mesmo controlada, as mulheres com mais de 45 anos e os homens com mais de 55 anos têm como obrigatório realizar o teste ergométrico na presença física de um médico. Não aceite o exame feito sem médico.
Maratona de São Paulo euatleta (Foto: Divulgação)
Percurso dos 42km da Maratona de São Paulo (Foto: Divulgação)
- Em caso de qualquer sintoma ou sinal de problema cardiológico, respiratório ou ortopédico, pare de imediato a corrida. Nunca use anti-inflamatórios e analgésicos, seja antes, durante ou após a corrida sem indicação médica expressa.

- Apesar de o suor ser o principal elemento de controle do estado de hidratação de um atleta, lembre-se que após os 55 anos, normalmente a quantidade de sudorese diminui. Então, não leve em conta estar menos suado e pare a prova quando estiver bem exausto. Neste caso, ande ou pare de vez.

- A sua roupa deve ser de tecido próprio para corredores.

- Hidratação de 300 a 500ml uma hora antes da prova e goles de água frequentes durante a corrida. Após uma hora, tome isotônicos. Demais suplementos conforme as instruções da nutricionista do Eu Atleta, Cristiane Perroni.

- Se treinou para correr 5km, não caia na tentação de aumentar para 10km ou mais, se não estiver preparado fisicamente para isso.

- Se infelizmente pegou gripe ou outra doença dias antes da corrida, você está fora. Só corre se um médico o liberar claramente.
Em tempo, na próxima semana publicaremos um questionário médico para você responder antes de correr. Não perca!

Fonte: EuAtleta.com
NABIL GHORAEYB
Doutor em Cardiologia pela FMUSP, Especialista em Cardiologia e Medicina do Esporte, chefe do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia e do Hospital do Coração, diretor da Sociedade Brasileira de Cardiologia, além de ter recebido o Prêmio Jabuti de Literatura em 2000. www.cardioesporte.com.br