(81) 3033.6969

Tampa Entretenimento

Rua Antenor Navarro, 81 - Sala 01 - Graças

Saiba como enfrentar o treino mesmo embaixo de chuva

Dicas para corredores que não abandonam a corrida mesmo que seja embaixo de temporal, aproveite e inscreva-se!

Apesar das constantes chuvas que têm aparecido no final da tarde, alguns esportistas não abrem mão do treino e vão correr mesmo embaixo d’água. Porém, se o corredor não está acostumado a encarar esse percurso molhado, é melhor tomar alguns cuidados antes de se aventurar.

Segundo o Dr. Turíbio Leite de Barros, fisiologista do Esporte Clube Pinheiros e professor de pós-graduação na Unifesp, a primeira preocupação que o atleta deve ter é com a incidência de raios, que são comuns nessa época do ano. “Normalmente, o público opta por correr em um espaço aberto, o que torna a prática perigosa”, informa.

Para os corredores de primeira viagem, é necessário que haja muita cautela antes de levar o par de tênis para baixo de um temporal. “Para os atletas que não estão acostumados a correr na chuva eu recomendo tomar cuidado com o percurso, que estará escorregadio. Os iniciantes sofrem muito com a queda de temperatura brusca do corpo e acaba pegando um resfriado facilmente”, detalha.

Entrou na chuva, é pra se molhar- Terminar o treino e continuar com a roupa molhada no corpo para descansar também faz mal para a saúde. “Enquanto o atleta corre, a movimentação constante impede que haja perda de calor, porém, assim que ele para a temperatura do seu corpo esfria drasticamente. A recomendação é para que, assim que terminar a corrida, se livrar das roupas encharcadas e tomar um banho quente”, sugere.

Apesar da queda de temperatura e do vento, os corredores devem sempre se lembrar de não colocar blusas ou calças de moletom para se aquecerem. “A roupa para correr na chuva deve ser própria para corrida. Nada de usar roupas de algodão, que absorvem mais água e impedem o corpo de transpirar. Além disso, o peso do tecido molhado pode causar lesões”, conta.

Em caso de terrenos irregulares, o cuidado com as freadas bruscas deve ser redobrado. “Mesmo usando um calçado adequado, as pessoas perdem o equilíbrio e deslizam por alguns tipos de piso. Essas manobras podem resultar em uma lesão grave”, finaliza o profissional.